terça-feira, 27 de setembro de 2016

Noite do pijama


No aniversário da Marina deste ano caprichei nas comemorações! Teve aniversário no parque (em breve contarei por aqui), noite do pijama e visita da princesa Elsa (em breve também, hehehe!). Adoro receber aqui em casa minha sobrinha e a afilhada do meu marido e achei bem oportuno fazer uma noite especial com as crianças, na véspera do aniversário da Nina.

Vocês precisam ver a animação das meninas assim que entraram na sala e deram de cara com toquinhas na sala! As toquinhas são da Toca dos Sonhos Party e ficaram uma graça aqui! Elas entraram e saíram das toquinhas umas 500 vezes e pularam muito de animação!

Noite do Pijama - Toca

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Culinária Funcional: Cupcake Salgado ou Torta Integral



Sabe aquela massa de torta clichê? Aquele velha e boa receita de torta que fazemos para levar em festinhas à americana, para receber visitas ou até mesmo para nossos filhos levarem no lanchinho da escola! 

Pois bem, fiz duas  adaptações dessa receita. Uma delas foi transformá-la para a culinária funcional, e a outra, foi criar a versão cupcake, para que a Nina pudesse levar para escola. 

Troquei o leite por água, troquei a farinha de trigo por farinha integral e aveia, e acrescentei sementes de girassol! Ficou delícia! O meu recheio foi de alho poró e ficou muito gostoso!

Sendo assim compartilho com vocês minha receita de torta integral funcional ou cupcake salgado! O recheio você pode escolher à vontade: frango, carne, sardinha, atum, legumes, alho poró etc. Se quiser acrescentar uma linhaça aí vai ficar bem vitaminado também. Se quiser servir com uma saladinha, fica lindo e super saudável!

Culinária Funcional: Cupcake Salgado/ Torta Integral

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Corrida para iniciantes: Eu nunca vou conseguir correr!

Eu achava que existia um grupo de pessoas que nunca conseguiria correr e para completar, eu estava nele! Por quê? Bom, eu não operei minha adenoide quando criança, fiz um tratamento homeopático e a hipertrofia deu uma diminuída, mas minha respiração não é lá grandes coisas. Fora isso, minha perna é torta, não é levemente torta não, é bem torta! Tenho joelho valgo que  é um tipo de desvio mais comum em mulheres, conhecido como joelho em X. Esse problema restringe a prática de atividades físicas de forte impacto, por aumentar o risco de lesões. Para você ler mais sobre joelho valgo acesse aqui.

Corrida para iniciantes: eu nunca vou conseguir correr!
Corrida da Infantaria

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Deixe o pai ser pai!

paternidade ativa

A cada dia o assunto paternidade tem sido mais discutido, a maternidade hoje divide seu protagonismo lado a lado com pais cada vez mais ativos na criação dos filhos. No meu caso, vim de uma criação que a respondibilidade educacional era muito mais da minha mãe do que do meu pai. Apesar de ser um excelente pai, de termos histórias incríveis juntos, era uma relação distante e a função do pai era intervir em questões que fossem mais importantes, enquanto a mãe cuidava das questões corriqueiras. E por experiência, vejo que isso deixa lacunas nas relações entre pais e filhos. E meu pai, como filho, não foi diferente né? Ninguém o ensinou a olhar a paternidade sob um outro olhar. Ele foi pai, como ele viu o pai dele o sendo.

Acredito que hoje nossa geração seja privilegiada, por haver mais informações, pelo assunto ser mais debatido e também por vários homens que tiveram esse mesmo modelo de educação, e acreditam que ela possa ser melhorada.

Hoje é muito comum vermos pais com as crianças e dando conta do recado. Vemos mais pais em reuniões escolares, vemos pais parando para conversar com os filhos, pais participando das atividades e decisões do dia a dia, seja para comprar roupa, levar ao dentista ou ao médico de rotina, ao judô ou ao balé.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Socorro! Como Largar A Chupeta?

Olá, famílias sortudas!

Outro dia uma mãe pediu para que eu desse dicas de como fazer sua criança largar a chupeta. 

Bem, se você também está na fase do querer tirar a chupeta... Converse com profissionais de pediatria e odontopediatria para receber as melhores dicas.

Vou dividir com vocês meu empirismo...

Eu era daquelas que falava meu filho não vai usar chupeta, agora é a hora que você pode rir do que eu falava. É! Quando não somos mães falamos esse tipo de coisa. 

Davi nasceu e eu tentei, tentei mesmo fazer com que ele não usasse chupeta, mas até os 2-3 anos as crianças estão na fase oral e têm a necessidade de sugar alguma coisa. Eu não oferecia a chupeta e ele pegava o que estava mais próximo: a mão.

A pediatra disse que eu teria que escolher entre a chupeta e os dedos, mas que eu soubesse que seria mais difícil tirar os dedos posteriormente. Afinal, a chupeta você joga longe, mas e a mão? Foi quando ofereci a chupeta. 

Socorro! Como Largar a Chupeta?

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Piqueniques e as novas regras da Pbh


Por aqui nós amamos fazer um piquenique! Seja para comemorar aniversários ou simplesmente para reunir com os amiguinhos no parque numa tarde de domingo. Muitas pessoas me falam que acham as festinhas do João super bacanas e diferentes. Algumas dessas pessoas nem sabiam que nos parques de Bh podem ser realizadas comemorações de aniversário. Esse tipo de festa tem se tornado cada vez mais frequente, o que é muito bom, pois motiva as famílias a apropriarem-se dos espaços públicos da cidade. Quantas vezes mamães amigas já me falaram que começaram a frequentar determinado parque porque conheceu o espaço através de algum aniversário do João, e é muito gratificante ouvir isso! E quando elas me perguntavam como eu conseguia fazer os piqueniques de aniversário no parque, eu sempre enchia a boca pra falar, toda orgulhosa da minha cidade: "É gratuito, gente! O parque é público, é nosso!".  Mas, essa realidade agora mudou...

Piqueniques e as novas regras da pbh
Piquenique de 2 anos do João no Parque Aggeo Pio Sobrinho

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Piquenique em família


Enfim a sexta feira chegou!

E com ela toda aquela vontade de acordar tarde sábado e domingo, de curtir a cama até não aguentar ficar mais deitado(a), de ver Tv no quarto ainda bem escurinho... isso é ótimo né? Mas nem sempre quem tem filhos consegue fazer isso nessa ordem. Pelo menos aqui em casa, acordamos cedo, a cama é invadida por duas crianças de 4 e 5 anos, pulando em cima da gente, gritando (as vezes), as vezes brigando por espaço na cama e logo levantamos. E vamos montar a nossa mesa de café da manhã, pois só nos finais de semana conseguimos nos reunir nas 4 refeições da casa. Às vezes da uma preguicinha de pensar em fazer almoço... E  surgem aqueles eventos de food truck com cara de piquenique! Esses nos aliviam de cozinhar ! rs


E como eu disse no início do texto, a sexta chegou e eu trouxe fotos inspiradoras de um piquenique que a Mamãe Sortuda e o Beagá Mães tiveram o prazer imenso de ser o apoio. O PIQUENIQUE NA PRAÇA - FOOD TRUCK que aconteceu no dia 07 de agosto de 2016. Tudo começou com uma ligação do Guilherme, proprietário do Boi Truck, numa quarta feira pela manhã, me convidando pra tirar do papel a ideia de um piquenique diferente. E eu claro topei na hora! Deu super certo.

Espia só as fotos  que a nossa querida amiga e parceira Rê Rovay registrou desse dia lindo de sol.

GUILHERME, MEU PARCEIRO E BRAÇO DIREITO QUANDO O ASSUNTO É FOOD TRUCK

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Viajar sem os filhos? Sim, é possível!

Na saúde, na doença, na alegria , na tristeza... em cachoeiras, praias , montanhas, cabanas, pousadas, hostel, castelos... Que estejamos juntos sempre, mas que acima de tudo que queiramos estar juntos e, por saber que juntos nos completamos, somamos alegrias, dividimos tristezas, multiplicamos momentos de pura e sincera felicidade!!! Juntos , mas respeitando a identidade do outro.Difícil , mas não impossível! Que possamos ser sempre companheiros... aqueles que comem o pão juntos ,lembra? Que possamos ser nós mesmos sem que isso signifique ser o que os outros esperam de nós. Que possamos seguir nosso caminho com sabedoria, maturidade, diálogo e amizade. Que saibamos entender que o amor e o corpo vão se modificando ao longo do tempo, mas que possamos nos lembrar sempre o porquê de estarmos juntos!!! Que continuemos sendo referência de amor, ética e integridade para nossa pequena. Que a poesia não nos falte. Que nosso lar seja abençoado e fraterno . Que as banalidades da vida não retirem o nosso mel!!!
Enfim... que a felicidade vire rotina!!!! 

primeira viagem sem os filhos
Visita à Vinícola  Undurraga - Chile
 Trilha de 8 horas pelo “caminho do Vulcão” - Cajon Del Maipo- Chile-

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Evento gratuito: O que preciso saber (e fazer) sobre a rotina escolar do meu filho


Acompanhar a vida escolar dos filhos é, quase sempre, um grande desafio para os pais. Afinal, o que é preciso saber (e fazer) sobre a rotina escolar das crianças? Como e quando eles devem interferir?

Essas são questões que Tatiana Camargos Lamego pretende responder no Encontro Canguru do mês de setembro. Professora com especialização em educação infantil e comunicadora social, Tatiana é fundadora da BEM FAMÍLIA TUTORIA, que orienta, de forma individualizada, pais com diferentes necessidades. “Eu acredito na educação de pais e filhos como base da família”, costuma dizer a especialista. 

O encontro será no dia 24 de setembro, no Anfiteatro do Pátio Savassi. Quer garantir a sua vaga? Basta se cadastrar no link http://bit.ly/ECRotinaEscolar e, no campo MENSAGEM, escrever MAMÃE SORTUDA! Corra! 

O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas.

Encontro Canguru - Tatiana Camargos

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Missão Impossível: Sair de casa com duas crianças!


Leia este post escutando aquela musiquinha do filme Missão Impossível! Sabe? Aquele filme que o Tom Cruise desce por uma cordinha?!?! Clássico!

NUNCA MAIS EU SAIO DE CASA: Esta é a frase que eu e meu marido sempre dizemos quando voltamos de algum lugar com as crianças!

Saindo com crianças
Nós no aniversario do Papai no Rancho do Boi
Sim, sair de casa com eles é muito, muito difícil!

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Roupas diferentes de menina para ocasiões especiais.

Eu já me apresentei para vocês aqui como "Aline inventora de moda". Cá estou eu novamente, mostrando para vocês o porquê de receber esse título dos meus familiares e amigos mais próximos. Não basta cozinhar, fazer festinhas, decorar e mudar a casa a cada instante, tenho que fazer coisinhas para a Cecília também. Eu não tenho um curso de costura e tudo o que preciso concretizar que não está a meu alcance procuro costureiras que me ajudem. Um dia pretendo mudar isso! Vamos à algumas coisitas:

Headband Mãe e filha 

Fiz com todo carinho e amor, já já terá vídeo em nosso canal ensinando para vocês. Usei dois tipos de fita: uma de renda e outra de veludo. Além delas precisei de pérolas e cola quente. Pronto! Só com isso fiz um acessório mãe e filha para usarmos no ensaio new born.

acessório mãe e filha

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Pão de Mel


Quem gosta de pão de mel levanta a mão!?

Eu amo!!! E como doceira de plantão sou exigente na hora de comer doces, se está muito doce, se está molhadinho, se está isso...ou aquilo! Então, hoje estou deixando o meu lado de mamãe funcional para compartilhar uma receita do meu caderninho de receitas bem gordice para vocês: minha receita de pão de mel! Você pode fazê-la para colocar em potinhos, pode cortar redondinho e banhar com chocolate, cortar quadradinho, pode partir na própria forma e comer com calda, sem calda.... para você, para o marido, para uma amiga, pra mãe, pra sogra... o importante é ser feliz!

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Primeiro aniversário da Anninha! Tema: Doutora Brinquedos

Há 1 ano (dia 27/08/15 às 10:48), eu conheci o maior amor que alguém é capaz sentir. É um amor que não cabe no peito, incondicional, chega a doer!
O aniversário é dela, mas o presente é meu. Minha vida ganhou outro sentido a partir do segundo que a vi. Ela me faz rir e chorar. Ela me faz sentir completa e a mais sortuda das mamães! Agradeço a Deus por ter me dado uma filha tão fofa, linda, doce, simpática...


Eu sou Todo Tipo de Mulher! Eu sou Toda Mulher! #iamallwoman

"style has no size"
Estilo não tem tamanho! 

Famílias sortudas, setembro chegou! 

Calma! Já vou explicar o contexto da frase style has no size. 

Primeiro, setembro é o mês dedicado à campanha Setembro Amarelo, voltada para a conscientização sobre a prevenção do suicídio. Clique AQUI e saiba mais. Sem tabu! Falar é a melhor solução! 

Quando penso nesse assunto, penso nas pessoas que estão sofrendo com alguma situação. 

Falar de sofrimento no mundo materno, por exemplo, sempre faz com que eu lembre de uma situação que aconteceu comigo e que não é distante da realidade de muitas mães: a depressão pós-parto. 

Hoje consigo enxergar, claramente, que minha depressão pós-parto foi fortemente nutrida por questões físicas (beleza física para ser mais exata). 

Eu era uma pessoa ligada à estética, ao corpo e aos padrões (ou consumos) de beleza. Apesar disso, nunca fui de fazer dietas.

Fui a gestante mais feliz que eu poderia ser, no sentido de comer tudo o que queria. Comia muito! O tempo todo! Tudo o que tinha vontade. De pão de queijo 2 horas da manhã à ração de cachorro na hora do almoço. 

Exagerava! Mas feliz! Não importava. Eu estava bem, meu filho estava bem. Foram 42 semanas de muita comilança até que ele nasceu (já contei sobre nosso parto normal AQUI). 

Muitas mulheres acreditam que, após o nascimento, seu corpo volta à forma anterior à gestação com um piscar de olhos. Pode ser que algumas mulheres (artistas famosas, por exemplo) consigam isso da noite para o dia, que felicidade devem sentir! Mas eu e todas as mães que conheço não passaram pelo parto hoje e amanhã já voltaram a usar aquele jeans que ficou guardado nove meses. 

Eu ganhei 30Kg com a gestação. Sim! Tenho cartão de pré-natal que não me deixa mentir. 

Quando meu filho nasceu, naquela mistura de fatores hormonais, psicológicos, ambientais e sei lá mais quantos, eu fiquei depressiva. 

Ganhei uma cinta de presente um dia após parir, ouvia aquelas piadas sobre se ainda estava grávida, se meu filho ainda não tinha nascido, perguntas sobre o que eu faria para voltar a ter o corpo que eu tinha... Olhava para mim e enxergava estrias e celulites, que eu não tinha antes da gestação. Abria minhas gavetas e minhas roupas de não-gestante não serviam. Fiquei abalada com tudo isso, cheguei a cortar com tesoura as roupas, colocar fogo, jogar coisas pela janela. Eu fazia tudo isso chorando e lamentando a vida profundamente. Eu sofri! Sofria pelo que a sociedade dizia e esperava do meu corpo. 

Como libertei disso? 

Sempre tive muitas prioridades (ou sonhos) na vida, anteriores a manter um corpo "padrão", socialmente aceitável, malhar, fazer dietas e outras coisas. E isso não significa que eu não ache importante a prática de atividade física e uma alimentação saudável. É importante! Todo mundo sabe! Faz bem pra saúde! 

Um dia, olhando para meu filho, percebi o quanto eu não queria importar para o "corpo social" e o quanto eu esperaria que ele tivesse mais orgulho de mim por outras conquistas da vida do que pela minha beleza. Renovei minhas gavetas com roupas de tamanho maior e tratei de expulsar da minha casa as roupas que não serviam mais. Peguei as minhas coisas e fui investir nos meus estudos, na minha formação, no meu profissional. Não quis ter tempo para investir no corpo físico. Foi um estabelecimento de prioridades. 

Meu filho vai fazer 5 anos e durante esses anos eu mudei muito em relação a tudo. Passei a ver o mundo com olhos muito mais tolerantes. Passei a ver beleza onde não via, nas pessoas que não via. Passei a me aceitar com os traços que ficaram da gestação (meu filho compensa qualquer "cicatriz"), com os números a mais na balança, nas roupas. O mais importante de tudo: descobri beleza em mim, mesmo sendo fisicamente diferente do que fui um dia.

As pessoas pararam de falar sobre minhas gordurinhas? Não! Claro que não! Cumprem bem o papel social (É! Estou sendo irônica!).     

Não vou dizer que não emagreci nada daqueles 30 Kg, a metade praticamente (risos!).

Consigo rir de tudo isso hoje, mas ainda preciso de terapia para ignorar completamente os comentários das pessoas sobre beleza (hahaha), porque ainda dói, lá no fundo, bem lá no fundo do coração. 

Às vezes as pessoas não fazem por maldade, às vezes é o estilo de vida delas, mas uma vez aprendi numa aula de Ética e Bioética que a postura ética é marcada pelo cuidado com a palavra em relação ao outro. 

Tenho muita vontade de fazer um ensaio fotográfico sem efeitos, sobre quem eu sou (fisicamente). Desses que valorizem a beleza real (e não as de televisão), que valorizem minhas marcas maternas, sem medo de estrias e celulites. Porque ainda é difícil pensar no novo corpo como um todo. Fiquei muito tempo sem conseguir olhar no espelho, sem conseguir me ver de corpo inteiro e até hoje, vez em quando, ainda existe um "estranhamento". 

A verdade é que ocupando a mente com outras coisas superamos muitas outras. 

Aqui estão umas fotos minhas antes da gestação e para saber como eu sou hoje leia o post até o final...


sábado, 3 de setembro de 2016

Roteirinho de Sorte: Programações para crianças em Bh e região


Que por aqui a gente ama passear todo mundo já sabe, né?! Afinal, @joao_passeia! Então, agora vamos compartilhar com vocês, mensalmente, dicas bacanérrimas de passeios com os filhotes em Bh e região. Eba!!


sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Olha o casamento... É mentira, porém com MUITO amor

Olá gente lindíssima! Andei sumida por aqui, mas andei me inspirando para escrever esse post especial de hoje! E a cada dia que via essas fotos, mais eu me inspirava. Quando eu as recebi, meus olhos encheram d'água. E eu tenho a certeza que consegui passar todo o meu amor através dessas fotos. E eu tive uma ajuda mais que especial. De um amigo que é muito importante para a nossa família. Mais abaixo eu falo dele. 
E para começar a contar sobre esse dia FANTÁSTICO, convido à você a dar um play nesse vídeo e continuar a ler e ver essas fotos lindas


André e eu nos casamos de mentirinha na roça, mas com todo amor de verdade que há nessa vida, no 1º Arráia Sortudos na Roça, foi um casamento realizado pela Sandra da TRUPE MARIA FARINHA. Cheio de amor, alegria, lágrimas, verdades... feito com o coração mesmo. 
Abaixo, um pouco daquele dia 25/06/2016

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

15 peças do guarda-roupa da Cecília que eu AMO!

É difícil uma mãe que não faça seu filho de "bonequinho" e não quer vesti-lo a seu modo. Mães de meninas então, são creditadas como as piores neste quesito, mais gastadeiras, consumistas e loucas pela moda infantil. Eu vou ser bem sincera: Preciso me controlar! Tem roupas que eu vejo em lojas que já imagino a Cecília dentro! É uma coisa doida, quase incontrolável. 

Pensando nisso, vou listar para vocês 15 tipos de peças que eu AMO no guarda-roupa da Cecília. Até para escolhê-las foi difícil. Eu sempre visto a Cecília com coisas diferentes. Minhas amigas veem coisas na rua e já lembram dela. Nem sei se meião está na moda por exemplo. mas a Cecília tem uma camuflado e outro de bolinhas que ela usou muito no inverno. 

Diversão e estilo! É o que eu tento passar com os looks da Cecília.

Vamos lá?

1- Capa de chuva. Charmosa e fácil de levar na mala, mochila, bolsa. A criança fica bem tampadinha e é uma tranquilidade para quem vai fazer passeios a pés e viagens com previsão de chuva.

15 peças do guarda-roupa da Cecília que eu AMO!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Como Incluir os Filhos na Cerimônia de Casamento?

Cortejar. Namorar. Noivar. Casar. Engravidar. Foi-se o tempo em que essa ordem nos relacionamentos era a única aceita socialmente. Hoje em dia é cada vez mais comum que os casais tenham filhos antes mesmo de oficializar sua união (se essa for a vontade do casal, é claro). Foi justamente isso o que aconteceu comigo, e eu até falei um pouquinho sobre essa "desordem matrimonial" nos meus votos de casamento, que vocês podem ver aqui.

Para aqueles casais que já têm filhos, mas continuam com um desejo imenso de celebrar oficialmente sua união, hoje eu trouxe algumas ideias bacanas de como incluir os filhos na cerimônia, como eu fiz quando me casei no dia 20 de março desse ano (meu casamento foi totalmente realizado pelo blog Berries and Love, passem lá pra saberem a história linda que foi). Não, eles não têm de ser obrigatoriamente pajens e damas. Há muitas opções lindas e diferentes para que eles participem do casório!

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Meu príncipe, meu hóspede, meu Homem, meu marido!

Estes dias, nós recebemos um e-mail de uma leitora pedindo para que déssemos dicas de relacionamento amoroso! Na hora eu pensei: PUTZ! Eu sou a pior pessoa do mundo para falar sobre isso!
Mas ai parei para pensar na vida que eu tenho hoje, no meu relacionamento,  lembrei que meu dia de postar seria exatamente no dia do aniversario dele, e resolvi contar a nossa historia! 

Meu príncipe, meu hóspede, meu Homem, meu marido!
Nossa primeira foto juntos, nos butecos do Coreu!

Grupo de Mães de BH promove evento para discutir a Pedofilia


Um assunto que é velado e que precisa de espaço na sua casa, na escola do seu filho, no seu bairro, na sua cidade é a pedofilia. O abuso contra crianças e adolescentes rendeu no Brasil, somente em 2015, uma média de 70 denúncias por dia. Carlos José e Silva Fortes, mais conhecido como Casé Fortes, vem a Belo Horizonte para falar sobre esse assunto, no evento Nós – Prevenção e Combate ao abuso sexual infantil -, produzido pelo Padecendo no Paraíso. 

Todos os dias, milhares de crianças são abusadas no mundo, alguns casos vêm à tona a partir da indignação e vontade de justiça dos parentes e amigos da vítima. Entretanto, muitos crimes ainda ficam em silêncio, seja pela falta de conhecimento para identificar o abuso sofrido pelo menor, seja pelo tabu que é o tema pedofilia para nossa sociedade. 

Por isso, para minimizar os gargalos envoltos ao tema, as responsáveis pelo Grupo Padecendo no Paraíso, Bebel Soares e Tetê Carneiro, criaram o evento Nós – Prevenção e Combate ao abuso sexual infantil. “Nosso objetivo é oferecer um momento de muita troca de informações para que pais, familiares, cuidadores, professores possam identificar e evitar casos de abuso.”, afirma Tetê.

O workshop tem como convidado-palestrante Carlos José e Silva Fortes, mais conhecido como Casé Fortes, que tem uma forte trajetória no combate aos crimes de pedofilia, sendo Promotor de Justiça; Curador da Infância e Juventude; membro do Grupo de Apoio Técnico da CPI da Pedofilia; Coordenador do movimento “Todos contra a pedofilia”; representante do Brasil, no Grupo de Trabajo Sudamericano de Interpol para combate aos crimes contra menores en América Del Sur e autor do livro Todos contra a Pedofilia.

A partir da experiência de Casé Fortes, o evento foi formatado para compartilhar dicas de proteção, identificação de casos e, principalmente, desmitificar o assunto Pedofilia. “Esse tema incomoda a todos nós, por isso, falta coragem para abraçar a causa. O Padecendo no Paraíso tem, em Belo Horizonte, mais de 30 mil mães ativas em nossos grupos e páginas nas mídias sociais, por isso, entendemos como nossa contribuição social promover um evento sobre essa temática. O conhecimento é a principal arma contra o preconceito e essa é uma causa que deve ser de todos nós”, afirma Bebel. 

O evento será realizado no dia 11 de setembro de 2016, entre 09hs e 12hs, no hotel Mercure, em Lourdes. Haverá espaço Kids com programação diversificada e que irá abordar o tema de forma lúdica, através de teatro, roda de conversa e contação de história. 

Os ingressos já estão à venda a partir do endereço: www.sympla.com.br/workshop-nos__81609