quarta-feira, 25 de abril de 2018

Quarto da Cecília: mudanças econômicas para fazer um carinho!

Começamos a arrumar a casa para a chegada da Antonela e dois olhinhos ficaram bem atentos a cada detalhe! Mesmo  com a nossa mudança para o Rio de Janeiro no fim do ano, resolvi fazer umas mudanças pequenas que eu tinha certeza que trariam muita alegria para a irmã mais velha.

Na nova casa, o quarto delas será um só trazendo muita coisa de sereias e unicórnios! Assim, fui pensando em algumas mudanças que trouxesse para a decoração antiga da Cecília um pedacinho do que fiz para Antonela.

No post: Quarto da Cecília - Decoração a partir de R$ 1,50 você encontra detalhes de todo o quarto antes da mudança.

Quarto da Cecília: mudanças econômicas para fazer um carinho!

terça-feira, 24 de abril de 2018

Mesa posta, um carinho à sua família e amigos!

Se tem uma coisa que eu amo, mas ainda tenho muito a aprender, é colocar a mesa... fazer uma mesa bem linda para almoços, jantares ou ate mesmo só para o café da manhã de domingo... delicia ne?

sábado, 21 de abril de 2018

Caça Aos Ovos Mamãe Sortuda no Jardim do Sol

"Que lugar lindoooo!" Escutamos isso durante todo o evento! O @jardim.do.sol recebeu a nossa II edição da Caça aos Ovos Mamãe Sortuda, e é realmente, um lugar lindo! Um lugar verdinho, cheio de energia positiva e muita paz! Um local para festas no estilo quintal de casa, com cerca de 30 tipos de árvores frutíferas, casinha e brinquedos em madeira! Um local para se sentir à vontade de verdade, brincar e desfrutar de paz, e um por do sol maravilhoso! Vamos ainda nos encontrar muito por lá!

caça  aos ovos jardim do sol e mamãe sortuda

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Como Ajudar os Filhos com os Estudos

É inevitável! Um dia, a hora de ir para a "escola de menino grande" chega. Tudo muda! Muda muito! 

A sala pode não ser tão colorida como na pré-escola, os deveres de casa ficam cada ano mais complexos e numerosos, os trabalhos, realmente, começam a dar trabalho, aumenta o número de disciplinas, conteúdos e professores (e é um desafio para a criança entender que cada um deles tem seu perfil de educador), as regras são mais rígidas, muita informação nova é apresentada, as provas começam, as etapas, as notas... 

Enfim! É um processo contínuo de crescimento, amadurecimento e adaptação. Engana quem acha que a ansiedade acomete apenas a criança. Os pais/famílias também passam por esse processo de adaptar ao novo. Especialmente nos primeiros anos da vida acadêmica, quando a criança precisa de muita ajuda para ler, escrever, interpretar, executar!

Uma pergunta que sempre fazemos é: como ajudar os filhos com os estudos? 

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Transição Capilar!


Cabelos novos por aqui! Uhu!!! Me sentindo tão linda, por dentro e por fora, que preciso compartilhar um pouco de histórias, sentimentos, superações e motivações! 

Esse é o cabelo que sempre existiu mas nem eu mesma o conhecia! Desde os meus 13 anos de idade fiz relaxamentos, e nos últimos 6 anos, além dos relaxamentos, fazia também progressivas. Ou seja, definitivamente, eu não sabia como era o meu cabelo. Tenho mais anos de cabelos quimicamente tratados do que anos de cabelos naturais. 


Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,


Na infância vivi aquela fase na qual o cabelo "bom" era o liso, e cabelo "ruim" era o crespo. Nas mídias a imagem da mulher bonitona normalmente era a de uma mulher com o cabelo liso. Conheço muitas pessoas com histórias parecidas com a minha. Pessoas que que sofreram algum tipo de descriminação, ou que se sentiram diferentes e menosprezadas por terem cabelo afro.

Lembro das brincadeiras de infância e eu sempre colocava uma fronha na cabeça para simular um cabelo grande e liso. Eu sentia vergonha do cabelo alto e cheio de volume, que embolava após 10 minutos de haver desembaraçado.

Já sofri preconceito em salões de beleza. Quantas vezes...

Quantas vezes já escutei a piada: "cabelo ruim é igual bandido, ou tá armado ou tá preso." 

Em uma festa de família do ano passado uma parente próxima olhou para o cabelo da Nina e falou assim: "Coitada, foi puxar logo o cabelo do pai." Falei: "puxou o nosso cabelo." Ela falou "mas o seu cabelo é bom". 

Quando ia a algum lugar com piscina riam de mim pois o meu cabelo era impermeável. Hahahaha! Quantas vezes isso aconteceu...quantas vezes!

Na escola eu tinha o apelido de Helô Jubão. Estou aqui escrevendo e rindo, mas a verdade é que carreguei essas críticas idiotas comigo por muito tempo.


Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,
Eu com 5 anos de idade! Amo essa foto!
Não parece mas eu estava vestida de Emília, em uma versão adaptada! Hahaha!


Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,
Eu com 8 anos de idade!


Dores foram se acumulando com o passar dos anos. E aí o Papai do Céu me manda de presente essa princesa, de cabelinhos de molinhas, de coração tão bom, puro e lindo. Eu amo o cabelo dela, amo mesmo! Acho minha filha autêntica, linda, cheia de estilo e com o cabelo lindo, cheinho de "póim" - é a forma que falamos por aqui! E ela com certeza é a minha maior inspiração.


Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,


Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,


Um certo dia ela chegou da escola resmungando que o coleguinha tinha falado que o cabelo dela era "ruim", e o meu coração partiu. Na mesma hora vieram à mente todos os meus sentimentos da infância, e o desejo que ela não se sentisse como eu me senti. Nas brincadeiras ela começou a pegar uma fronha, colocar na cabeça, e a falar que aquele era o cabelo dela.  E por mais que eu a incentivasse em relação ao cabelo dela ela não queria tirar a fronha da cabeça. Mais uma vez eu me vi em minha filha. No dia-dia ela queria que o cabelo dela balançasse como o meu.

Então essa mudança foi por mim, e por ela também! 

Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,


Já sentei em uma cadeira de salão para conversar sobre transição e percebi que não é uma ida ao salão que iria mudar tudo o que senti nestes anos em relação ao meu cabelo e aos comentários que já escutei. Precisava sentar comigo mesma, conversar internamente e fazer um processo de desintoxicação de tudo o que havia vivido até o momento. Nesse tempo de transição voltei atrás da ideia e acabei usando a progressiva novamente, mas juntei minhas forças e fui em frente! 

Transitar o cabelo foi chato demais. Mas o dia em que cortei meu cabelo, junto com a minha filha, foi uma felicidade tão grande! Ela amou, e eu também! Nesse dia o coração bateu mais forte. Nos preparamos para cortar o meu cabelo e também o dela, pois foi o primeiro corte. Fomos em um salão que é nossa inspiração diária, de transformação e criatividade em cabelos: A Liza que Fez!



 Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona, Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,

E esses são os nossos novos looks! Estamos amando! Nina vez ou outra solta: "Mamãe seu cabelo está lindo, cheio de 'póim', sua linda"! Hahahaha! Essas crianças fazem maravilhas em nossas vidas!  Nessa semana ela falou "Mamãe, seu cabelo não balança, igual ao meu". kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Ri demais! Essas somos nós, integralmente, com o nosso cabelo estiloso! Estamos nos sentindo tão chiques andando de cabelos iguais por aí! Agora já até falam que ela é a minha cara!!!!! Hahahaha!

Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,

Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona, Transição capilar, Heloisa Drumond, Cabelos afro, cabelos cacheados, cabelos crespos, De volta aos cachos, A Liza que Fez, Nasceu uma mãe, Floresça Mãe, Mamãe Gatona,

Me senti tão parecida com a minha filha, mas também parecida com minha mãe! 
Essas são fotos antigas dela! 


Em breve quero contar um pouco dos cuidados com os cachinhos por aqui! Estou achando bem mais prático do que antes. Passei quase um ano de cabelo preso pois ele estava trifásico: raiz natural, uma desondulação que fiz e restos de progressiva. Estava bonito não, mas valeu a pena a espera, paciência!

Estou feliz por estar vivendo novas experiências e me desfazendo aos poucos do que algum dia me afligiu! 






Belo Horizonte sediará o “1º Seminário Caminhos da Maternidade”


“Existe maternidade perfeita?” - Essa e outras questões serão debatidas no evento que reunirá especialistas em desenvolvimento infantil e parentalidade. Espera-se um público de mais de 600 pessoas, no Auditório do Colégio Sagrado Coração de Maria, em 26 de maio. Durante o Seminário, mães e pais terão acesso a informações qualificadas e inspiradoras para um dia a dia familiar mais equilibrado e feliz.



terça-feira, 17 de abril de 2018

O quarto Montessoriano da Anna


Aqui a Aline explicou direitinho o que é um quarto Montessoriano e neste post vou falar sobre o quarto montessoriano da Anna.
Ela se desenvolveu absurdamente devido ao modelo do quarto e com certeza minha outra filha também terá um quarto assim (na realidade, Anna está de mudança para a cama normal e a que filhota que está pra nascer vai ganhar a cama montessoriana, rsrs)!

Ela brinca e eu durmo! Hehe

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Sala: o ambiente da casa para todos!

Aqui em casa a nossa sala é dividida para termos um ambiente comum onde cada um pode estar envolvido em uma atividade diferente,  mas desfrutando da companhia em família num mesmo ambiente.

Eu sempre fiz isso! Cecília tinha o seu cantinho em Resende e para mim é como ir a um restaurante e ter parquinho. Ter o ambiente dela ali nos faz desfrutar de uma cervejinha e um bom tira-gosto ouvindo uma boa música, sem precisar ir toda hora no quarto ver o que ela está fazendo nessa primeira infância de muitas surpresas quando o filho fica sozinho. Sem contar com a TV.


sábado, 14 de abril de 2018

Aniversário DIY: Tema Dinossauros


Hoje tem participação especial da mamãe Natalia Lanes que fez o aniversário do filho, no tema dinossauros, no estilo DIY, e ficou maravilhoso! O papai participou das produções também!!! Ficou muito lindo e inspirador!


"Olá, mamães mais uma vez venho compartilhar com vocês uma festinha DIY (a primeira foi o chá de fraldas do Pedro) e hoje venho compartilhar o quarto ano do Pedro no tema que ele mesmo escolheu...

Dessa vez fizemos tudo! (Eu e o papai). Dos convites às lembrancinhas... Sempre fico bem antenada às tendências das festas infantis (mesmo sem nenhuma pra fazer, adoro!) e sempre faço as coisas (festas etc) do Pedro, seja o projeto da festa, a execução ou os dois, rs, mas dessa vez realmente, não foi "nada" encomendado a não ser os doces, mas pratos, suportes, painel, bolo, ovos, rabinhos de dinossauro, capas e caudas para as mesas das crianças, enfim... tudo feito por mim e o Papai (Lucas, I love you, rs).

Sim, nem tudo saiu como o planejado na hora de montar a mesa foi uma correria, mas mesmo assim amei o resultado! Me rendeu muitas curtidas nos grupos de festas (em especial o painel). Ah, que aliás vocês vão ver dois painéis nas fotos, mas antes da festa do Pedro começar outra mãe fechou a festa do filho dela na mesma semana, algumas horas antes da nossa e o painel dela não foi retirado (mas acabou que "me ajudou").

O aniversário dele foi somente para as crianças,( é o que eles mais curtem) e os pais receberam o convite super bem... tiveram um vale nigth. Claro, fiz um grupo no Whatassap e esclareci todas as duvidas, além de enviar fotos na hora da festa, das crianças e etc... como forma de agradecimento enviei uma lembrancinha exclusiva para os pais, na correria da ultima hora só tirei foto do pote vazio (kkkkk) mas tava cheio de delicia (palha italiana com leite ninho, da sogra).

Espero que gostem, foi tudo pensando com muito carinho no aniversariante (claro) e nas crianças.
Em breve muitos DIY no canal sobre essa festinha: clique aqui."


sexta-feira, 13 de abril de 2018

Mamães Sortudas: Você nos conhece?


A gente escreve, organiza eventos, participa de eventos... Mas aparecemos como "Mamãe Sortuda".
Formamos um time tão gostoso! Adoramos quando conseguimos nos encontrar (se você nos segue nas redes sociais, vai ver que sempre que um encontrinho acontece, tem chuva de fotos, hehe), mas somos tão diferentes umas das outras... 
Somos um time muito muito eclético: gostos, profissões, preferências de publicação, dia a dia...

Venha conhecer um pouquinho mais sobre cada uma!



6 dicas para ensinar as crianças a escovarem os dentes



Se você é um cuidador que sempre se pergunta se há algum segredo, milagre ou maneira de conseguir convencer a criança a escovar e cuidar da saúde bucal, acalme-se! No post de hoje eu te contarei 6 dicas para esse momento acontecer. Acompanhe!

Foto: Dione Lopes 

Torne o momento divertido

É importante que você mostre que cuidar dos dentes e da saúde bucal é super simples, além de divertido. A hora da escovação precisa ser algo leve, tranquilo e legal de ser feita.
Vale a pena investir em escovas de dente coloridas, de preferência com desenho de personagens que gostam, cremes dentais saborizados. Músicas e livros infantis sobre o assunto também são sempre bem-vindos.

Explique o porquê da higienização

Os pequenos precisam entender que é necessário higienizar e cuidar da boca. Afinal, sorrisos brancos e limpinhos, gosto bom na boca, hálito refrescante, prevenção de cáries, saúde da boca e do corpo, quem não quer tê-los, não é mesmo?

Exemplo é tudo

Se a criança vê que os mais velhos possuem o hábito saudável de cuidar dos dentes, ela vai seguir o mesmo comportamento. É o famoso espelho/reflexo.
Como formação do indivíduo, os pequenos imitam o que os pais fazem, e escovar os dentes com eles é até um momento gostoso de se viver. Não se esqueça do elogio!

Fale das consequências, mas sem exagero

Criar medos nas crianças não é o caminho. “O dentista vai te dar injeção”... “é o monstro da cárie”... Esqueçam tudo isso! Não é adequado usar essas falas. Comunicar assim acaba gerando traumas que podem atrapalhar a criação do hábito, inclusive às visitas ao dentista.

Participe da rotina

Além da rotina de cuidados bucais, acompanhe a criança em todas as idas ao dentista, pois ela se sente mais tranquila com você por perto. Comporte-se com naturalidade e busque profissional que atue com odontologia infantil mas com foco em atendimento da família.
Lembre-se que a doença cárie é transmissível e os cuidadores precisam receber orientações sobre este assunto. Aproveite e tire dúvidas com o profissional.

Hábito bom se começa desde cedo

É muito importante desde cedo ter o hábito para que possam mantê-lo pelo resto da vida.

 primeiros dentinhos, mr clean odontologia e saúde, kenia monteiro


Kenia Monteiro
CROMG18498
Gestora e responsável técnica



Conteúdo produzido em parceria com a Mr.Clean Odontologia e Saúde.


_

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Criança x telas – relação inofensiva ou perigosa?


As crianças da Geração Alpha, nascidas a partir de 2010, já nascem inseridas no mundo tecnológico e isso é um fato. Algumas até mesmo antes de abrirem os olhinhos já são surpreendidas com uma tela que quer ansiosamente registrar sua vinda ao mundo. 

Desde a primeira fotografia por smartphone na maternidade, a relação dos pequenos com as telas não param mais. Primeiro, pelas mãos de seus responsáveis, alguns meses depois, suas próprias mãozinhas são incentivadas e ensinadas a segurar tablets e celulares para assistirem a famosa Galinha Pintadinha e afins. E achamos isso tão bonitinho! Aqueles dedinhos gorduchos que já sabem agarrar um aparelho com toda a vontade do mundo. Dedinhos que mais alguns meses à frente já até deslizam sobre as telas reproduzindo fielmente o movimento das mãos adultas. E continuamos achando lindo! Como essas crianças já nascem tão espertas, não é mesmo? 



quarta-feira, 11 de abril de 2018

Corrida à Fantasia - Etapa Lagoa Santa

Nunca pensei em levar meus filhos a uma corrida. Tão pouco que eles corressem. E não falo isso com orgulho nenhum! Sou preguiçosa para atividade física e/ou ainda não achei nenhuma atividade física que eu goste de praticar. Antes de engravidar de Laura e Pedro eu gostava MUITO  de andar de bicicleta. Dava a volta na Lagoa da Pampulha sem pensar o quão grande é a lagoa. Andei de bicicleta até perto de ganhar a Laura. E nem olhava pra a bicicleta quando estava grávida do Pedro. Tomei "nojinho" da bike haha.

E ganhei um puxão de orelha do Professor Toninho, em nossa primeira conversa pelo telefone, contando como é minha vida sem fazer nenhuma atividade física. Ele logo disse: - Dá uma olhadinha no meu site e se anime a dar uma corridinha pequena por dia, logo logo você estará correndo 5km.

Esse professor é o responsável pela corrida infantil mais legal da região de Belo Horizonte, a CORRIDA À FANTASIA. Em nossa conversa por telefone também, ele me mostrou o quão importante é a atividade física para a criança, quando se pensa em crianças e corridas, em Minas Gerais, são quase inexistentes as ações.
Por isso o trabalho da Movimenta Desportiva tem sido focado no estímulo dessa prática, para minimizar o sedentarismo, estimular os bons hábitos e combater vários problemas causados pelo ganho de peso e inatividade esportiva entre as crianças.

Corrida a fantasia
Professor Toninho
E dia 18 de março aconteceu a primeira corrida do 2018, essa aconteceu lá em Lagoa Santa, na orla da lagoa, com apoio do Colégio M2, a concentração foi no pátio, com muita diversão, brinquedos, Água Mineral Viva, iogurtes Trevo Lácteos, um céu maravilhoso e um sol não muito quente. Típico sol de outono, sem ser outono rs'.

Corrida a fantasia
Trevinho

Corrida a fantasia
Água Viva
Corrida a fantasia
Movimenta Desportiva

Corrida a fantasia
E a criançada se esbaldou nos brinquedos
As corridas foram separadas por baterias. Para não ser injusto com ninguém, do menor correr com o menor, além de ter o risco de machucar, pois o intuito da corrida não era a competição em si, pois todos ganharam medalhas na chegada, o intuito é a competição saudável, para eles tomarem gosto pela atividade física, seja ela correndo, andando de bike, patins, skate, dançando, nadando e etc.

Corrida a fantasia


Os menores deram uma volta em volta do cone, já os maiores, leia se, maiores de 5 anos, deram duas voltas no circuito. Acho que eu estava tão animada com a corrida que eu vibrava por todos os meninos. Teve criança que caiu e continuou a corrida, teve criança que perdeu o tênis e continuou correndo de meia, mas de uma coisa eu tenho certeza, todas as crianças se divertiram como nunca nessa corrida! Era nítido o sorriso no rosto e o suor escorrendo no rosto pela corrida de 150 metros. Todas as crianças estavam fantasiadas. Tinha unicórnio, Mario Bros, Lady bug, Super Homem, Batman, Homem de Ferro, Bruxa, Princesa, Borboleta, Hulk, Mulher Maravilha, Moana, Elvis, Bailarina, esqueleto entre tantas outras fantasias... E a nossa segurança foi feita por dois policiais super fofos que apareceram por lá.

Corrida a fantasia
Hora da Largada

Corrida a fantasia



Corrida a fantasia
Hora da Largada
Corrida a fantasia

Corrida a fantasia

Corrida a fantasia


E se valeu a pena esse dia? Ohhh e como valeu! Me senti vitoriosa pelos meus filhos. Senti orgulho pela satisfação de correr e pelo orgulho que eles tiveram ao me mostrar suas medalhas! Eles estavam eufóricos e alegres! Isso vale qualquer 1°,2° ou 3°  lugar.

Medalha
Medalha

Logo mais teremos outra corrida no mês de Junho e Julho. Fiquem de olho em nossas redes sociais, assim que as vendas forem liberadas, avisaremos.

Nos vemos lá?

Um super beijo carregado de energia, Família Lacorte.

Corrida a fantasia






terça-feira, 10 de abril de 2018

Convite: tertúlia literária

"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta."
Fernando Pessoa.

Eu tenho convicção que a literatura, a música, a dança, o brincar e a arte de uma maneira geral, nos humanizam e tornam a vida mais leve e possível. Através da leitura ampliamos nossa visão cultural e de mundo, ativamos memória afetiva, expandimos nossa imaginação, vocabulário e criatividade.

 Como leitores, podemos também ser mediadores literários, principalmente das crianças. Pelas nossas palavras encantamos os pequenos através do universo da leitura. Neste sentido, é importante que as crianças tenham exemplos  de leitores competentes e mais do que isso, pessoas sensíveis e encantas pela literatura. Portanto, é fundamental que o adulto receba nutrição literária também. Por isso, esse post é um  convite. Um convite para uma tertúlia literária. A tertúlia  é um encontro  para dialogar sobre literatura, poesia, música , filmes... Uma tertúlia literária tem como objetivo   despertar o gosto pela leitura em um espaço de compartilhamento de experiências sobre obras literárias.

Alguns clássicos da nossa literatura que serão trabalhados na tertúlia literária da UFMG

 Estou participando de vários grupos literários. Apaixonei-me pela possibilidade de ampliar meu acervo de livros literários através do projeto “Leitura e escrita na primeira infância"(LEPI/UFMG)  que tem a tertúlia como estratégia de trabalho. O projeto encantou-me tanto que estou organizando uma tertúlia em casa com a minha filha. 
Estamos lendo  a coleção dos Karas, de Pedro Bandeira.

Coleção de clássicos do escritor Pedro Bandeira

 Com a equipe de coordenadores das regionais  Oeste e Barreiro estou trabalhando os livros: Indez , de Bartolomeu Campos ,de Queiroz e Infância ,de Graciliano Ramos.

Indez

Para motivá-los  a ler , “Indez” , segue um pouco sobre a história:

A narrativa é um primor, mas encantou-me principalmente a forma como o autor nos põe em contato com a riquíssima cultura interiorana de tradição oral. 

Antônio, o menino protagonista, vai naturalmente somando às suas experiências domésticas de mundo às práticas sociais letradas, adquiridas em casa e na escola.


Antônio não só se divertia procurando os ninhos das galinhas legornes, cuja plumagem às vezes a mãe pintava com anilina para que elas colorissem o quintal de arco-íris. Comia junto com os irmãos a bandeira brasileira construída no prato com alimentos coloridos: chuchu, arroz com gema e o azul do esmaltado do prato.

Certa vez engoliu piabas vivas para  aprender a nadar depressa e teve forte infecção intestinal. Acompanhou o resguardo da mãe, quando nasceu a caçula e podia comer os pedaços da galinha que  não eram aproveitados na canja, menos os pés, porque os pés não se pode comer um só, sob o risco de na vida só espalhar e não ajuntar.Brincava de chicotinho queimado, boca de forno, pai Francisco entrou na roda, de passar anel...


 Aprendeu a rezar e  a cantar para fazer primeira comunhão. Recitava de cor os dez mandamentos. Ajudava a montar o presépio, envolvia-se com os festejos juninos, divertia-se no primeiro de abril, com as peças que a mãe lhes pregava; comia biscoitos assados no forno de barro, tudo isso entremeado com os reis , as fadas e os mágicos dos castelos encantados das histórias que lhe contavam e que depois ele mesmo aprendeu a ler, quando também já sabia tabuada de vezes.


 Assim ia crescendo e à medida que crescia sua imaginação ultrapassava as montanhas que circundavam a casa, na busca dos outros mundos que ele ia conhecendo nos livros.


Bem, Indez é um livro bem poético e que nós traz preciosas e saudosas lembranças. A leitura é extremamente prazerosa. Espero que estes trechos motivem a ler o livro e, quem sabe iniciar sua tertúlia como  esse primor  de narrativa. Tenho certeza que vocês vão amar! Não esqueçam de contar-me  o que quer dizer : "Indez"

Mas vamos ao lado prático :Como organizar uma tertúlia literária?


A tertúlia pode ser organizada em casa, escola, igrejas, clubes... é importante que  alguém  possa mediar a leitura e motivar os participantes a opinar sobre o livro , participar da escolha de materiais para a discussão e também ajude a planejar a dinâmica dos encontros, bem como sua periodicidade.
Sugiro que um lanche coletivo possa ser feito no final de cada encontro.  Os lanches poderão ser temáticos, por  exemplo. Será uma delícia!

Lanche da  tertúlio de Abril na UFMG


Então, que tal reunir familiares e amigos e juntos fortalecer vínculos de amizade  através da leitura?
Tenho certeza que serão encontros memoráveis e de grande enriquecimento para todos.  Os clássicos são muito bem vindos: Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Clarice Lispector.... Listem os livros favoritos , se reúnam  e ótima leitora a todos!

 Saiba mais:Tertúlia-Literaria

Oh! Bendito o que semeia
Livros à mão cheia
E manda o povo pensar!
O livro, caindo n'alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar!

Viajando com Crianças: Acampando!

A um bom tempo Lara vinha nos pedindo para acampar... 
Apesar de eu e papai já termos acampado algumas vezes, sempre descartamos a ideia de levá-los nessa aventura... até que neste feriado pensamos: Porque não?

4° Seminário Internacional de Mães




O Seminário Internacional de Mães já é reconhecido como o maior evento de maternidade do país. o evento contou com mais de 1000 pessoas no ano passado, no hotel Maksoud Plazae nós estivemos la!
E este ano estaremos de novo!! Eu Thaísa Freitas do @entrerosaeazul e a Carol do @familialacorte, estaremos lá representando todas as nossas colunistas e também nossas leitoras!

O propósito desse seminário é: "ajudar mães na desafiadora missão que é criar filhos e, ao mesmo tempo, não perder a identidade como mulher."
E confesso que isso é muito dificil com a correria do dia a dia não é mesmo?

"Idealizado por mulheres que vivenciam os mesmos dilemas no dia a dia, o Seminário Internacional de Mães é sempre um dia emocionante e inspirador. Palestrantes renomados instigam reflexões e provocam verdadeiras revoluções nas mulheres da plateia.
Nomes como as americanas Pamela Druckeman ("Crianças Francesas Não Fazem Manha") e Melinda Blau ("Encantadora de Bebês"), a argentina Laura Gutman ("A Maternidade e o Encontro com a Própria Sombra") e o médico brasileiro Dráuzio Varella são apenas alguns dos nomes que já passaram pelo palco do evento."

Confira quem são os palestrantes da 4ª edição:


RITA LOBO

Formada em gastronomia, é a idealizadora do Panelinha, primeiro site de receitas testadas exclusivamente para internet brasileira.
Autora de "Cozinha de Estar", "Culinária para Bem Estar – Receitas AntiTPM", "A Conversa Chegou a Cozinha – Crônicas e Receitas" e o best-seller "Panelinha – Receitas que Funcionam". É apresentadora do canal pago GNT.
Em 2017 lançou o projeto "Introdução Alimentar para Bebês". Uma parceria do Panelinha com o Nupens (Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde), da Faculdade de Saúde Pública da USP.


 



ROBERTA BENTO E TAÍS BENTO

Educadoras e especialistas em neurociência cognitiva, elas são autoras do livro e fundadoras do site "Socorro, Meu Filho Não Estuda", onde oferecem dicas de como ajudar os filhos a manter a paixão pelo aprender. Mãe e filha que se tornaram também sócias, elas são consultoras de várias instituições de ensino no País.







LORRAINE THOMAS

Considerada a pioneira no trabalho de coaching para pais, a especialista inglesa é autora de best-sellers publicados na Inglaterra e nos Estados Unidos. É consultora da Walt Disney para a produção do roteiros de filmes infantis, destacando-se a animação “Divertidamente”.







LAÍS BODANZKY E MARIA RIBEIRO

Diretora e protagonista, respectivamente, do premiado filme “Como nossos pais”, Laís Bodanzky e Maria Ribeiro saíram de mãos cheias do último Festival de Cinema de Gramado. A primeira levou as estatuetas de melhor filme e melhor direção pelo longa que propõe uma discussão sobre o modelo de família que herdamos dos nossos pais, sob a ótica de uma mãe de duas pré-adolescentes. Já a segunda, levou o prêmio de melhor atriz pelo papel de Rosa. Paulistana, Laís é cineasta e roteirista e tem no currículo o também premiado “Bicho de Sete Cabeças”, além de ser idealizadora de um projeto de cinema itinerante que levou a telona a mais de 100 cidades no interior do Brasil. Carioca, Maria construiu uma carreira com papéis de destaque na televisão, no teatro e no cinema. Já atuou também como diretora de cinema e foi apresentadora do programa “Saia Justa”, do canal pago GNT.



MARCIO ATALLA

Formado em educação física com especialização em treinamento de atletas de alto nível, Marcio Atalla é hoje um dos profissionais mais influentes e respeitados na área de saúde do país. Responsável pelo “Na Medida Certa”, quadro exibido no programa “Fantástico”, da Rede Globo, ele tornou-se conhecido nacionalmente por mudar o estilo de vida de celebridades e pessoas anônimas em diferentes edições do quadro. Em 2016, Márcio lançou seu programa mais audacioso: mudar os hábitos de uma cidade inteira, Jaguariúna, no interior de São Paulo, para reduzir os custos com saúde e melhorar o estilo de vida de uma população com 50 mil habitantes. Os resultados do projeto alimentaram um estudo 
científico sobre intervenção populacional com foco na melhora da saúde.







IVANA MOREIRA

Colunista da rádio BandNews FM e do jornal Metro, diretora da Canguru (plataforma de conteúdo sobre primeira infância)









Confira a programação do Seminário:

DATA: 05 de maio de 2018 - sábado

Local: Hotel Maksud Plaza - São Paulo - SP


8hWelcome Coffee

8h30Abertura

8h45 • RITA LOBO - Pê-efe e Pê-efinho - Comida de verdade para toda a família

10h30Coffee Break

11h • LORRAINE THOMAS - Seja uma mãe resiliente, crie uma criança resiliente

12h30 às 14hHorário Livre para o almoço

14h • MARCIO ATALLA - Família em Movimento

15h30 • ROBERTA BENTO E TAÍS BENTO - O que nenhuma escola pode fazer pela aprendizagem do seu filho - Mas, você pode!

17h • Coffee Break

17h30 • LAÍS BODANZKY E MARIA RIBEIRO - Desconstruindo modelos



Esse evento vai mexer com a sua vida e a da sua família! Não deixe de ir!
Os ingressos já estão no segundo lote e podem ser adquiridos neste link aqui: Comprar Ingressos!

Ahhhhh e é claro que nós conseguimos um desconto para nossas leitoras! É só aplicar o código promocional mamaesortuda antes de finalizar a compra! 


E ai, podemos nos encontrar la?

Quem for ou tem vontade de ir, manda uma mensagem aqui para gente ou um email no contato@mamaesortuda.com!


Beijos e mais beijos!