Mostrando postagens com marcador Dia das Crianças. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dia das Crianças. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Filhos da guerra. Feliz dia de que???

Quem não sente uma dor no coração quando ouve falar ou lê sobre as guerras?
Há muito tempo repito a mesma pergunta para o meu marido: porque estas pessoas têm filhos? Anos de guerra e muitos bebês nascendo no meio disso! 
Meu coração se despedaça a cada notícia que leio com crianças sofrendo, morrendo; realizando trabalho escravo; sendo recrutadas para lutar; sendo acometidas por doenças e mutilações; passando fome, vivendo na miséria total; violência sexual (vocês viram pais pedindo ao governo autorização para matar as filhas para as livrarem de estupro? Surreal!); perda dos pais, de amigos, de familiares; o medo, a apreensão, a angústia; fugir, se tornar refugiado muitas vezes em outro país... Elas são inocentes, não merecem aquilo! 

Dia das crianças está aí e tudo o que consigo pensar é: na idade de brincar e de ir pra escola, estas crianças têm sua infância interrompida e devastada pelos conflitos armados, vivendo em situações inarráveis (a Talyta, do @joao_passeia, escreveu um texto ótimo sobre isso: Feliz Dia das Crianças! Pra quem?).
 
Ilustracao de Gunduz Aghayev mostrando a triste realidade de crianças que perdem sua infância ao crescerem em zonas de guerra

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Feliz Dia das Crianças! Pra quem?


Outubro chega e parece que o país inteiro volta suas atenções para as crianças. Mas...só parece. Tudo o que se vê e se fala é relacionado ao dia 12 de outubro. Na tv o apelo consumista em forma de propagandas de brinquedos toma conta. As escolas e algumas outras organizações preparam diversas atividades e enchem suas programações de brincadeiras. Os pais lançam mão do discurso do dia das crianças para fazer pequenas chantagens aos filhos: "Vem aí o dia das crianças, se não se comportar bem, já sabe...não ganha presente!" (Quem nunca? rsrs). Enfim, todos pensamos e falamos sobre o tão esperado DIA DAS CRIANÇAS, mas...será mesmo que nós, o país, o mundo, estamos preocupados com o que realmente importa? Ou seja, garantir os direitos dessas crianças? Será que todas as crianças são iguais? Todas vivenciam suas infâncias da mesma maneira? Por que estou levantando essas questões? Vou contextualizar para vocês...

crianças vietnã
O pintor e ilustrador Gunduz Aghayev, do Azerbaijão, em sua série de fotos intitulada "Imagine", criou imagens satíricas sobre a fisionomia de policiais e crianças nas mais variadas situações de vulnerabilidade mundo afora. Nessa ilustração, bebês em meio ao fogo cruzado na guerra do Vietnã. A fotografia original juntamente com outras criações do artista, você encontra aqui.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

3 coisas que devemos aprender com as crianças.

Acho que depois que nos tornamos pais nossos corações amolecem de uma maneira que conseguimos sentir. Nos tornamos pessoas melhores, mas precisamos caminhar muito nessa busca para a reforma íntima. E neste dia (12),  resolvi escrever sobre o que as crianças podem nos ensinar:


quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Doce Infância

Outubro está aí, correndo entre nossas poucas horas, trançando entre nossas pernas na tentativa de nos derrubar, não para machucar, mas para nos fazer rir e brincar, no chão, na chuva, no mar. Como quando crianças.

Sim! Mês, semana, dia das crianças.

Gosto da época sim! 

Não é pela data em si, nem pela lógica capitalista que nos incentiva a comprar presentes e mais presentes para os pequenos, mas por termos um tempinho do nosso ano para lembrarmos de um momento da vida do ser humano carregado de pureza, inocência, imaginação e amor: a infância.

sábado, 3 de outubro de 2015

Faça Você Mesma: Caderneta da Saúde para Bonecas, Bonecos e dos Ursinhos


O Ministério da Saúde das Bonecas, Bonecos e dos Ursinhos adverte: vacinar bonecos e ursinhos nos primeiros anos de vida e realizar acompanhamento de peso e tamanho por idade favorece à saúde e diversão do seu filho!

Nada como ensinar brincando!

Me lembro quando a Victória, minha sobrinha, aos 4 anos, recebeu uma revistinha da Turma da Mônica, sobre queimaduras em crianças, que foi distribuída no Hospital João XXIII (hospital de Urgência e Emergência, referência em tratamento de queimados e trauma, de Belo Horizonte, da Rede onde trabalho). O gibi era muito legal e mostrava situações do dia-a-dia da turminha nas quais era possível se queimar: brincar próximo do fogão, brincar com fósforo, encostar a mãozinha em panelas quentes... visando ensinar às crianças como evitar acidentes com queimaduras! Minha sobrinha amou o Gibi e por muito tempo as atitudes de prevenção eram relembradas: "Tia Ló, não podemos brincar perto do fogão! Lembra da Mônica?!".

As brincadeiras podem trazer muitas lições positivas para as crianças! 

Na semana passada, na escolinha que a Nina estuda, fizeram um dia de vacinação das bonecas! Eu achei a ideia super legal!!!! Para os pequenos da escola foi um dia de responsabilidade com os brinquedos, dia de vacinar, dia de praticar ações de saúde! Achei a ideai tão legal que resolvi criar uma Caderneta de Saúde para bonecos e ursinhos! Desta forma as crianças podem brincar e aprender que é necessário vacinar, acompanhar o peso e tamanho e tomar medidas de saúde básicas!

Nos arquivos para download você pode baixar Caderneta de Saúde para Bonecas, Bonecos ou Ursinhos. Como somos a favor da não distinção de brinquedos de meninos ou meninas, todos podem brincar livremente! Sendo assim na capa tem um espaço para seu filho ou filha se identificar como Pai ou Mãe. Vai ser divertido!