quarta-feira, 11 de outubro de 2017

O açúcar e a saúde infantil


Hoje temos um texto especial com a amiga e colaboradora Núbia Antunes, que é nutricionista infantil e ajuda mães e pais a fazerem com que seus filhos comam melhor, com uma alimentação saudável, atrativa e sem conflitos durante a refeição, através de atividade atividades lúdicas de acordo com a faixa etária. E o tema de hoje é: ingestão de açúcar e saúde infantil!

"As crianças brasileiras estão consumindo mais açúcar do que o recomendado pela a Organização Mundial de Saúde (OMS), que são 25 gramas por dia. Em uma bebida a base de achocolatado para criança, há em torno de 30 gramas de açúcar, o que ultrapassa o recomendado. 

Em apenas 3 unidades de biscoito recheado, há 14 grama de açúcar, além de uma grande quantidade de gordura. Em 600 ml de refrigerante, há 65 gramas de açúcar. Toda essa quantidade não tem necessidade alguma para a vida. 

A obesidade infantil vem crescendo muito nos últimos tempos, e sabemos que o excesso desses alimentos está diretamente ligado a esta patologia que, consequentemente, leva a outras doenças, pois o consumo em grandes quantidades de açúcar se transforma em gordura, causando a obesidade. 

Fonte: Freepik

Esta associada à ocorrência de cáries dentárias a ingestão excessiva de alimentos fontes de açúcares, que têm efeitos negativos sobre a saúde da criança a longo prazo . 

A educação alimentar deve se iniciar logo na primeira infância, evitando a introdução de alimentos ricos em açúcar. O açúcar refinado não tem nutrientes, somente calorias, ou seja, não tem necessidade da ingestão. O consumo de alimentos in natura deve sempre ser oferecido várias vezes, para que a criança possa aceita e se adaptar ao sabor de cada alimento. Nos alimentos in natura, há açúcar do próprio alimento, este não deve ser evitado, mas sim estimulado o consumo. 

A criança aprende a se alimentar vendo os pais comendo. Assim, é necessário que os pais tenham uma boa alimentação, para que a criança possa seguir o exemplo. Quanto mais tarde a criança conhecer alimentos ricos em açúcar, melhor é para a saúde dela. 

É necessário que os adultos que convivem com as crianças não ofereçam alimentos açucarados, pois doce NÃO é amor. Seu filho não precisa de mais açúcar, ele já é um doce de criança.

As crianças brasileiras estão consumindo mais açúcar do que o recomendado pela a Organização Mundial de Saúde (OMS), que são 25 gramas por dia. Em uma bebida a base de achocolatado para criança, há em torno de 30 gramas de açúcar, o que ultrapassa o recomendado.

Em apenas 3 unidades de biscoito recheado, há 14 grama de açúcar, além de uma grande quantidade de gordura. Em 600 ml de refrigerante, há 65 gramas de açúcar. Toda essa quantidade não tem necessidade alguma para a vida. 

A obesidade infantil vem crescendo muito nos últimos tempos, e sabemos que o excesso desses alimentos está diretamente ligado a esta patologia que, consequentemente, leva a outras doenças, pois o consumo em grandes quantidades de açúcar se transforma em gordura, causando a obesidade. 

Esta associada à ocorrência de cáries dentárias a ingestão excessiva de alimentos fontes de açúcares, que têm efeitos negativos sobre a saúde da criança a longo prazo . 

A educação alimentar deve se iniciar logo na primeira infância, evitando a introdução de alimentos ricos em açúcar. O açúcar refinado não tem nutrientes, somente calorias, ou seja, não tem necessidade da ingestão. O consumo de alimentos in natura deve sempre ser oferecido várias vezes, para que a criança possa aceita e se adaptar ao sabor de cada alimento. Nos alimentos in natura, há açúcar do próprio alimento, este não deve ser evitado, mas sim estimulado o consumo. 

A criança aprende a se alimentar vendo os pais comendo. Assim, é necessário que os pais tenham uma boa alimentação, para que a criança possa seguir o exemplo. Quanto mais tarde a criança conhecer alimentos ricos em açúcar, melhor é para a saúde dela. 

É necessário que os adultos que convivem com as crianças não ofereçam alimentos açucarados, pois doce NÃO é amor. Seu filho não precisa de mais açúcar, ele já é um doce de criança."


Nutricionista Infantil
Núbia Antunes

Ajudo mães e pais a fazerem com que seus filhos comam melhor, com uma alimentação saudável, atrativa e sem conflitos durante a refeição.  Realizo atendimentos domiciliares e meu método conta com atividades lúdicas de acordo com a faixa etária.












_

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!
Volte sempre!