Mostrando postagens com marcador isso também passa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador isso também passa. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Carta para Rafael - Mamãe camaleão, família e amigos

Bom dia meu amor, você acabou de mamar quase tudo e acredito que os efeitos da vacina estão passando, porque você voltou a ter apetite!
As vezes você fica encantado olhando para meus "cabelos" coloridos enquanto mama e vou te contar o porquê deles estarem cada dia de uma cor!

Na primeira consulta com o tio Enaldo oncologista, um pouco antes de iniciar a quimioterapia, ele deu todas as orientações e falou dos possíveis efeitos colaterais. Falou que os cabelos iam cair com certeza.
Eu tinha ido ao salão, feito as unhas e uma escova bem linda para mostrar que estava mais que preparada para iniciar o tratamento. 
Naquele momento, já sabia que os cabelos iam cair e incrivelmente já tinha desapegado. No início ia deixar cair naturalmente, mas resolvi cortar curtinho para sentir menos a queda. 


Seu pai tinha certeza que eu ia ficar arrasada sem meus lindos cabelos longos e eu tinha certeza que não, mas mesmo assim ele quis mandar fazer uma peruca com meu cabelo. 
Engraçado que conversando com a tia Dani, que passou por um tratamento parecido com o meu, ela falou: 

"- Olha Cacau, o lance do cabelo é mais importante do que você imagina. A queda total deprime sua família. A peruca dá uma sensação de normalidade e a gente vai levando a vida."

A primeira vez que senti isso foi no salão um dia antes de iniciar a quimioterapia. Cheguei e contei para o tio Wilson que é meu cabeleireiro desde pequena o que estava acontecendo e que precisava de um corte curtinho, que não precisasse de escova e ele ficou muito chateado, tão chateado que nem despediu de mim direito. Na hora de ir embora, ele falou que precisava resolver um problema e saiu engasgado, eu sabia que ele ia chorar. 

"- Cabelo cresce!" 

Falei com ele, mas não adiantou. Ele ficou triste e sei que chorou outras vezes falando sobre o assunto, mas acredito que ele ficou triste por mim e nem tanto pelo cabelos. 

Com isso, resolvi poupar o tio Wilson de cortar meus cabelos e fui na NTC Soluções Capilares -  salão especializado em perucas para cortar e mandar fazer. 
Fui com a tia Lu e chegando lá encontramos com a tia Pri na porta esperando a gente. 
As meninas do salão são muito fofas e atenciosas, sentei na cadeira e comecei a contar o que estava acontecendo e fiquei engasgada, mas rapidinho me recompus, a tia Cíntia chegou em seguida e elas começaram a experimentar todas as perucas do salão e a fazer uma bagunça danada. Eu estava concentrada e achando muito legal a empolgação delas!



Deus coloca em nossa vida as pessoas certas e a presença delas ali fez toda a diferença, porque quando vi meu cabelo curtinho, gostei tanto que comecei a ficar com dó dele cair, acredita? Só eu mesmo! 
A dona do salão resumiu bem o momento com a frase: 

"- Quem tem amigos tem tudo!"  



Cheguei em casa me achando linda e a vovó e a tia Míriam deram um ataque quando me viram: 

"- Nossaaaa, você ficou lindaaaa! Rejuveneceu 10  anos!" 
 
"- Achei que você ia chegar aqui careca, ficou muito bom com o cabelo assim!" alívio na voz da vovó 

O tempo passou e fui buscar a peruca, o papai foi comigo, fomos em um outro cabeleireiro  especialista em corte de peruca e ficou linda, perfeita, mas por incrível que pareça, me olho no espelho com ela e lembro que estou fazendo tratamento. Sempre amei lenço e comprei vários, a vovó fez várias combinações e eu e você adoramos, porque você me olha sempre com uma carinha de: "mamãe, você está linda!"


O novo protocolo da quimioterapia não agride tanto o corpo e tem efeitos mais leves, a enfermeira falou que os cabelos vão voltar a crescer e já estou ansiosa para ter cabelos novos, Diz ela que no início vou ficar parecida com um Kiwi e comecei a achar os Kiwis lindos!