quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Muay Thai durante a gravidez, é possível!


Eu não fui uma grávida que conseguiu fazer atividade física. A falta de disposição me vencia e eu sempre tinha outra coisa para fazer, mesmo que fosse dormir durante o dia. Fiquei molenga! Ver uma amiga lutando durante a gravidez foi muito bacana e eu precisava dividir com vocês! Ela é ligadona, conversa igual pobre na chuva (das minhas), super animada e astral lá em cima!  Lutar durante a gravidez foi fichinha e nada imprevisível por ser ela. Fiz algumas perguntinhas e ela montou um texto delicioso para gente, olha só:

"Olá! Me chamo Fabiana (Fabi), tenho 30 anos, sou fonoaudióloga audiologista, apaixonada por artes marciais e por alimentação saudável. Estou grávida à espera da Laura, casada, animada, feliz e ligada no 220v "full time".

Minha história com as artes marciais se deu no início de 2014 com o BOXE. Comecei a praticar por curiosidade e tomei gosto. Tinha uma rotina de 2 vezes por semana, sendo 1 hora por dia. O tempo foi passando, me casei e logo após senti necessidade de fazer mais algum tipo de arte marcial, uma vez que, não gosto de "puxar ferro" em academia. Gosto de aulas intensas, que descarregam todo estresse e te fazem voltar pra casa bem leve e renovada. Foi quando, iniciei o treino no MUAY THAI juntamente com meu esposo que já praticava essa modalidade algum tempo. Nessa fase praticava artes marciais 04 vezes por semana sendo 1 hora por dia.

muay thai durante a gravidez
Fabi, mamãe lutadora

As duas modalidades são ótimas para quem quer aliviar o estresse do dia a dia, descarregar as energias pesadas, ajuda na perca de peso (lembrando: para se ter um peso e um corpo ideal precisamos de disciplina + alimentação saudável + atividade física) e ensina a ter disciplina e a respeitar o outro.


Pois bem, sigo com minhas aulas por 2 anos ininterruptos feliz da vida e quando acho que estou no meu ápice de atividades físicas, alimentação saudável, trabalho estável e casamento feliz...recebo a melhor notícia da vida: ESTOU GRÁVIDA. Claro que além da felicidade vem a preocupação. Hora de sentar e reorganizar os planos da vida pra tudo correr bem. Exames realizados, consulta com obstetra marcado, ansiedade a 1000 por hora.


Chegou o dia, eu organizada que sou, já cheguei com meu caderninho de mãe de primeira viagem, com várias perguntas, entre elas se eu poderia continuar com minhas artes marciais. E pra minha grata surpresa meu médico me liberou para continuar a praticar artes marciais. Ele me disse que por praticar a mais de 2 anos não teria problema, teria que cuidar com os impactos na barriga e com minha respiração ( a partir do momento que eu tivesse que respirar pela boca era pra parar e descansar). O boxe eu resolvi parar porque a aula era muito intensa e já que teria que escolher entre o boxe ou o muay thai, não ficaria fácil manter dois tipos de aulas com alta intensidade.


muay thai para gravidas
Fabi, mamãe lutadora!
Então, eu nunca parei o muay thai, descobri a gravidez e continuei normalmente meus treinos. Claro, diminui o ritmo, pois me cansava, tinha contração, dor nas costas, mas não deixava de treinar um dia sequer. As vezes eu ia e só conseguia fazer 20 min de aula que já era ótimo, me deixava com muita energia. Os dias que eu não ia me sentia cansada.


Consegui fazer minhas aulas até 28 semanas de gestação, parei porque precisei mudar de estado, se não fosse isso estaria, acredito eu, fazendo as aulas normais até hoje (35 semanas de gestação) pois tinha muita disposição.


Muitas pessoas me acharam a louca por fazer essa atividade na gestação e não ter optado por fazer yoga, pilates ou ate mesmo hidroginástica. A minha resposta era sempre a mesma: meu médico me liberou, meus exames estão ótimos e minha baby está mega saudável, porque eu deveria parar?! Sou muito agitada, ligada no 220v não tenho a menor paciência, pelo menos nesse momento, para fazer atividades zen...rs. Óbvio que se algo estivesse despertando alguma coisa ruim na minha gestação eu teria parado o muay thai, não sou irresponsável, mas graças a Deus, tudo vem correndo bem e falta pouco pra baby nascer.


Ah, e não tenho a intenção de parar as artes marciais não, assim que eu for liberada pretendo voltar, sem medo de ser feliz." Mamãe lutadora


Beijos





_

4 comentários:

  1. Nossa que bacana eu também faço muay Thai ja tenho 1ano e ótimo pensei que só eu era louca em fazer grávida tou de 8 semana

    ResponderExcluir
  2. Prático muay Thai e estou tentando o segundo filho! Esse texto ajudou a esclarecer minhas dúvidas sobre continuar a praticar ou não! Muito obrigada 😃

    ResponderExcluir
  3. Sou praticante de Kickboxing e estou grávida de 28 semanas.... Me sinto super bem e meu bebê está ótimo tbm.
    Adorei a matéria.

    ResponderExcluir

Obrigada!
Volte sempre!