quarta-feira, 25 de julho de 2018

Passeio com crianças: Santuário do Caraça

Final de semana é dia de que??? PASSEAR!!!
Nem que seja um bate e volta rapidinho! Então no sábado passado fomos rumo ao Santuário do Caraça!
Santuário do Caraça

Minha irmã e o marido dela, são a animação em pessoas para passeios assim! Não é atoa que eles já conhecem quase que Minas Gerais (quiçá o Brasil) inteiro!
Foi ela quem nos convidou, e também foi um casal de amigos nossos com dois filhos...
Acabou que saímos um pouco mais tarde que o previsto e ainda pegamos muito, mas muitooo trânsito, visto que a estrada que vai para lá está em obras (desde que eu me entendo por gente, diga-se de passagem).
Chegamos no Caraça por volta de onze e alguma coisa da manhã!

Santuário do Caraça

Para entrar no Caraça (para passar o dia, quem vai se hospedar paga mais né) nos pagamos 18 reais por pessoa, e as crianças menores de cinco anos não pagaram!
Para quem não sabe o Caraça abrigou o colégio que tornou-se referência do ensino para a elite de todo o Brasil. Dois futuros presidentes da República fizeram seus estudos e outros tantos ex-alunos se tornaram governadores de estado, senadores e deputados, altas autoridades eclesiásticas.
O Colégio funcionou até 1968, quando um incêndio destruiu parte das instalações destinadas aos alunos.


Hoje, nas ruínas do incêndio funciona um museu com algumas peças bem antigas.. como ferro de passar, balanças, seringas de vidro e até as louças usadas naquele tempo!
E ainda, na parte superior, uma biblioteca com um acervo de mais de 30.000 volumes, dentre elas 2.500 obras raras.


Nós conhecemos os jardins, cada um mais lindo que o outro, as catacumbas e o Santuário Neogótico de Nossa Senhora Mãe dos Homens, construída a partir de 1876 para comportar o número cada vez mais crescente de alunos do colégio.


Como já chegamos bem próximo ao horário do almoço, logo fomos nos servir! Pagamos 28 reais por pessoa para comermos a vontade (bebidas a parte), e novamente as crianças até cinco anos não pagam!
Sabe aquela comidinha de vó? Arroz, feijão, anguzinho, franguinho com quiabo, abobora, carne de panela... assim é o almoço la! Bem simples mas cheio de amor e afeto! Coisa mais gostosa da vida!!
Ah, a pedidos do Theo, a funcionaria do restaurante fez para ele um ovo frito... imagina aquele ovo com a gema te vermelha... caipira... da geminha mole escorrendo no arroz! Era exatamente assim! Maravilhoso!


Ah, e de sobremesa ainda tinha Mingau de milho e doce de Cidra! Mais casa de vó impossível!

Depois do almoço, passamos rapidinho num parquinho que fica pertinho do restaurante e já era hora de caminhar e conhecer parte do complexo natural do parque!


Todo território do parque foi transformado em Reserva Particular do Patrimônio Natural em 1990, entre as atrações do Parque destacam-se as quedas d'água, rios, lagos e grutas, acedidas por trilhas.
Dentre as diversas trilhas, algumas podem ser facilmente feitas por adultos e crianças, sem a necessidade de guia, já outras, só são permitidas com o auxilio de guia/condutor.


Nós fomos a Cascatinha, que fica a dois kilometros do Santuário, com uma trilha super fácil de percorrer em que os meninos conseguiram andar por ela toda!
É a queda d'água mais visitada justamente por ser perto do Complexo.
Claro que a água era mega gelada e eu nem arrisquei entrar... e os meninos só entraram com os pés.





Na volta, passamos na Prainha! Como o nome já diz, realmente é uma praia de águas calmas e areia branca! Mas também de água gelada!


Quando retornamos da trilha da prainha, já estamos no limite do nosso horário! Os visitantes que não irão passar a noite na Pousada do Santuário, precisam deixar o lugar antes das 17:00, e estão sujeitos a multa se não cumprirem esse horário!

Voltamos para a casa com as baterias recarregadas e muita vontade de voltar... mas agora para passar a noite e ver o principal atração do parque: os lobos guaras que chegam pertinho do Santuário para se alimentarem!


Ah, esqueci de contar para voces, porque a Serra do Caraça tem esse nome né? Talvez alguns de vocês ainda não saiba!

Há Duas hipóteses para este nome:

"1. Caraça seria o formato de um rosto humano na Serra do Espinhaço: é explicação corrente no tempo do Colégio e comentada por Dom Pedro II, em seu diário (11-13 de abril de 1881). O que pesa contra esta explicação é o fato do Caraça ter sido sempre citado no masculino e nunca no feminino (Serra da Caraça), como deveria ser já que caraça, compreendido como cara grande é palavra feminina.


2. Caraça seria o grande desfiladeiro existente na Serra do Espinhaço nesta região: explicação dada por Auguste de Saint-Hilaire (1816) e acolhida por José Ferreira Carrato, em sua tese de doutorado sobre o Caraça (As Minas Gerais e os Primórdios do Caraça), publicada em 1963. Caraça, em tupi-guarani, significa desfiladeiro ou bocaina, como hoje é chamado o portentoso vale entre os Picos do Sol e do Inficionado."


E ai? Gostaram da dica de passeio???
Ainda da tempo de ir nessas ferias hein? É pertinho...
Ah, se voce já passou por la, contem aqui pra gente o que achou!

Beijos e mais Beijos!




_

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!
Volte sempre!